Como o strategic sourcing pode melhorar os resultados da sua empresa

O strategic sourcing é uma forma de gerenciar o processo de compra com critérios mais técnicos e organizados, focados na geração de efetiva redução de custos, e no desenvolvimento de relacionamento comercial e estratégico com os principais fornecedores. Com essa forma de organização da área de suprimentos é possível trabalhar o desenvolvimento de autonomia maior para entender do que a empresa realmente precisa, quais as compras devem ser negociadas e quais os fornecedores que precisam de uma aproximação maior, entre outras atividades.

Essa nova organização do trabalho é consequência do fato das empresas sempre atuarem em um cenário de alta competitividade, e de forma constante terem que procurar alternativas para serem mais lucrativas. Nesse contexto, a área de suprimentos tem sido chamada a contribuir nesse desafio com o desenvolvimento de processos que buscam modelos alternativos de contratação, novas fontes de fornecimento e tecnologias que tragam maior eficiência.

Com essa prática, a área de suprimentos pode contribuir de forma decisiva na alavancagem de resultados financeiros para a empresa, isto porque qualquer economia gerada pela área de compras pode ter um impacto significativo na margem de lucro.

 

A melhoria dos resultados alcançados por meio do strategic sourcing nos processos de compra, têm sido cada dia mais reconhecidos pelos executivos, e o efeito percebido é que a área de suprimentos passa a ser vista de forma mais madura e estratégica pela companhia.

 

A atividade de strategic sourcing se inicia no processo de seleção das empresas que farão parte da carteira de fornecedores. Essa seleção deve ter critérios bem definidos, com foco na identificação do risco econômico-financeiro dos fornecedores, e nas perspectivas de continuidade do negócio do fornecedor ao longo dos próximos meses.

 

Essa leitura de risco permite selecionar e manter na carteira os fornecedores considerados mais confiáveis em termos perspectivas de continuidade de negócios, e de atendimento às demandas de compras. Além disso, com base na percepção de risco que o fornecedor representa, e da sua capacidade de geração de resultados, é possível definir estratégia de negociação para a redução do preço de compra, que não prejudique o negócio de ambas as partes. Na hipótese de um fornecedor ter um lucro líquido de 10%, por exemplo, a negociação de redução de preço de 2%, em tese, não impactaria o resultado do fornecedor de forma significativa, e poderia gerar economia expressiva para o comprador.

 

Após a formação da carteira de fornecedores, para cada categoria, linha de produto, etc., a área de suprimentos pode determinar quais deles terão prioridade de negociação, e quais serão acionados para o atendimento de eventual demanda excedente, que possam apresentar condições de negociações que não impactem na qualidade do produto adquirido, no aumento de custos, e na redução de prazo de pagamento. Isso significa que o strategic sourcing, também influencia, e ao mesmo depende, do desenvolvimento da melhor relação com fornecedores, que se inicia no processo de seleção, o que permite garantir a qualidade do produto final e ainda aumentar a disponibilidade de insumos quando existir escassez do fornecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *